17/3/2017 – Presidente do CRMV-RS defende penas mais duras para fraudadores dos alimentos

No dia em que a Polícia Federal deflagrou uma das maiores operações da história na área de alimentos, o Conselho Regional de Medicina Veterinária do Rio Grande do Sul realizou seminário em Alegrete, na Fronteira Oeste do estado sobre segurança dos alimentos. Na abertura do evento, o presidente do CRMV-RS afirmou que “é o momento para mudar as atuais penas, que são muito brandas para quem trata esses produtos com irresponsabilidade”.  Rodrigo Lorenzoni defendeu a operação e disse que a autarquia está atenta aos desdobramentos do trabalho da Polícia Federal.

O Seminário de Responsabilidade Técnica, que contou com a presença de mais de 130 médicos veterinários e estudantes, abordou também o papel do médico veterinário na inspeção de produtos de origem animal. Durante palestra, o fiscal estadual agropecuário Luciano Chaves, da Secretaria Estadual da Agricultura afirmou falou que o médico veterinário é o protagonista da saúde alimentar. Segundo ele, “é necessário que o profissional se imponha no mercado e não tenha medo de tomar posicionamento – sempre levando em conta a saúde do consumidor em primeiro lugar.”

O médico veterinário Paulo Casa Nova, Chefe da Vigilância de Alimentos da Secretaria da Saúde de Porto Alegre, falou no encontro que atuar com firmeza na prevenção reduz a ocorrência de doenças. “Evitar o adoecimento das pessoas pelo consumo de alimentos inadequados é mais eficaz e diretamente relacionado ao trabalho dos médicos veterinários na inspeção de alimentos de origem animal”, conclui.